3 Cuidados com a Bolsa de Valores



Entramos no ano de 2021 com um mix entre positividade e negatividade frente ao mercado financeiro. Por um lado, vemos inúmeros analistas e entidades financeiras estimando um ano de 2021 incrivelmente positivo, enquanto temos um grupo que aponta que os riscos estão gigantescos e que não devemos estar tão animados.


Bem, independente de quem está certo ou não o universo de renda variável sempre terá volatilidade, sempre apresentará período de alta, baixa e lateralização, mas nem por isso você deve deixar de aplicar seus recursos nele.


O momento atual de nosso país é de uma taxa de juros super baixa, aliás a mais baixa de nossa história, o que impacta diretamente no bolso do poupador, pois o obriga a ter que tomar mais risco para alcançar os resultados que tinha num passado não tão distante, quando a nossa taxa de juros era de 14,25% ao ano.


Bem o ponto é que com a queda dos juros temos que nos expor mais, assim como países de primeiro mundo que tem no empreendedorismo ou no mercado financeiro sua chance de construir patrimônio, e no Brasil de agora isso não será diferente, visto que a renda fixa não será mais aquela moleza de antes.


Bem, sendo assim recomendamos sim que parte de sua carteira esteja na bolsa de valores, e por isso recomendamos que esses 3 conceitos sejam aplicados na sua carteira independente do grau de experiência que tenha no mercado financeiro.


1) Alocação percentual


Defina quantos por cento de seu capital deverá estar na bolsa de valores ou em fundos de ações em ações. Esse percentual deve respeitar sim sua análise de perfil do investidor, mas é importante que cada vez mais você pare de fugir da renda variável e compreenda que mesmo que se o seu percentual alocado na bolsa aumentar, o risco é pequeno no longo prazo, ou seja, se tiver bons papéis na sua carteira teremos oscilação, mas no longo prazo a tendência será valorizar, visto que tal empresa buscará aumentar seu lucro.


2) Busque informações de qualidade


Ao adquirir um ativo para a sua carteira não aceite opiniões ou dicas de quem não vive desse mercado ou tem larga experiência. Infelizmente, muitas pessoas na ansiedade de ficarem ricas acabam não criando esse filtro e aceitam quaisquer dicas na bolsa. O problema dessa estratégia é que ela não tem fundamento, ou seja, motivos reais do porquê adquirir aquele ativo, e nem quando será a melhor possibilidade para realizar resultados do mesmo pois não foi criado um fundamento.


Esse é um grande problema que vemos, pois infelizmente muitas pessoas tem prejuízos gigantescos com tais dicas, geralmente recebidas de uma pessoa que também não compreende tão bem esse mundo.


Como centro de informações você terá seu assessor de investimentos e empresas de research.


Por fim, cuidado com as celebridades da internet, pois muitas vezes suas dicas estão sendo dadas com intenções obscuras por trás, pois como trais pessoas movimentam muitas pessoas na rede, uma simples dica poderia movimentar o mercado. Não é à toa que a CVM (Comissão de Valores Imobiliários) está investigando alguma delas.


3) Não há milagre


Claro que muitas pessoas ganham muito capital vendendo milagres em formas de cursos ou relatórios, mas o fato é que eles não existem.


Infelizmente muitas pessoas acabam ansiando por resultados e na primeira promessa de dinheiro rápido acabam embarcando, o que acaba se tornando um erro, pois além do prejuízo financeiro as pessoas passam a ter um trauma que pode atrapalhar demais num futuro próximo.


Recomendo demais que filtre muito bem o que escuta e vê, pois temos que sempre colocar uma parte lógica nas coisas, ou seja, se um método lhe promete rentabilidade ou um sucesso estrondoso e não coloca na outra ponta trabalho ou tomar um risco proporcional, não embarque nessa.


Vale ressaltar que o efeito de juros compostos é potente, mas ele precisa do tempo a seu favor e grande fortunas foram construídas respeitando esse fator.


O que recomendo é paciência. Ao selecionar um ativo, veja se está confortável com ele e se o mesmo possui uma indicação de solidez em seus projetos e resultados pelos próximos anos, pois se você compra um ativo e logo na sequência já pensa em se desfazer do mesmo, provavelmente você não estará investindo, mas sim especulando.


Precisando de ajuda para seus investimentos, chame a RV4 Investimentos.


22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo