Estratégia Luiz Barsi para ter uma Previdência com Ações



Já adianto que esse artigo não será um guia completo de como enriquecer na bolsa de valores, pois a nossa ideia é evidenciar uma estratégia que o Sr. Luis Barsi utiliza há anos para ampliar seu patrimônio. Bem, antes de mais nada, o Sr. Luis Barsi é um dos maiores investidores individuais da Bolsa de Valores, com uma fortuna avaliada em mais de R$1.5 Bilhões. O que mais me espanta na trajetória do Sr. Luis Barsi não é a sua fortuna, mas sim saber de sua origem, pois aos 14 anos, o mesmo era engraxate, o que torna a sua trajetória ainda mais impressionante.

O enriquecimento dele se deve a alguns fatores, tais como: disciplina, pensamento de longo prazo, senso analítico, e não ter aversão a risco, e esses pontos são todos treináveis se você almeja alcançar resultados consistentes na vida.

Por que estou salientando isso?

Simples. Devemos ter a clareza, principalmente pensando que a taxa de juros do Brasil está em 3% ao ano (maio de 2020) e tende a ficar menor ainda vide que a inflação está recuando, que uma pessoa que não arrisca com seus investimentos, infelizmente não conseguirá chegar a sua aposentadoria.

Vale apenas lembrar que aposentadoria não é o INSS, e sim a possibilidade de não ter mais que trabalhar, pois se na sua velhice, o INSS ainda existir, pode ser e com grande grau de certeza que não pagará seus custos básicos de vida.

Mas eu tenho medo de arriscar!

Esse é um ponto relevante, pois as pessoas conectam o tema risco a perda e não deveria ser isso, pois o risco é mitigado por vários fatores e assim vale a pena refletirmos sobre um ponto para ver como risco é algo criado pelas pessoas com um certo teor de fantasia, conectando o termo risco a um cassino.

Me responda? Você acredita que o Itaú vai quebrar esse ano? Ou de repente daqui há 20 anos? Supondo que você responda não! Vamos continuar!

Você acredita que o Itaú é uma empresa sólida? E que vai lucrar esse ano e nos próximos anos?

Se te chamassem para ser sócio do Itaú, seria um bom negócio?

Bom, supondo que você não seja louco, com certeza a sua resposta para as últimas perguntas foi um sonoro SIM.

Pois bem! O Itaú é uma empresa que está listada na bolsa e ela permite que você seja sócio dela quanto e como você quiser, com 1 ação, ou 1.000 ações. E ser sócio de uma empresa como essa, principalmente no longo prazo tende a ser um ótimo negócio.

Mas, ok! Não quero ficar vendendo o Itaú aqui, mas sim o conceito da estratégia do Sr. Luis Barsi para se “aposentar”!

Por muitos anos, de forma sistemática o Sr. Luis Barsi comprou ações de empresas que ele considerava sólidas, com ótimas gestões, e com potencial de lucratividade, pensando em acumula-las para obter ganhos não com a sua venda, mas sim com seu Dividend Yield.

Mas o que é esse bendito Dividend Yield?

Nada mais, nada menos que o percentual de quanto uma empresa paga aos seus acionistas em dividendos por ano, ou conforme a periodicidade exposta me assembleia geral da companhia.

Para compararmos o dividend yield seria seu rendimento com o quanto tem de ação. Assim como um “aluguel”.

Supondo que a ação XXXX4 paga um dividend yield de 8% e você tem 1.000 reais de ações dela, basta dividir seus R$1.000 por 8%, o que geraria um dividendo de 80,00.

Pensando nisso, vamos levar para um parâmetro mais real!

Suponhamos que você tem um apartamento alugado de 100.000 reais que tem um aluguel de 2,5% ao ano, ou 100.000 reais num CDB que rende a Selic (3% ao ano), ou 100.000 na ação da XXXX4 (8% ao ano), então teríamos os seguintes resultados respectivamente, no apartamento você ganharia por ano uma aluguel de 2.500 reais, no CDB um rendimento de 3.000 reais, e os dividendos de suas ações, 8.000.

Vamos a estratégia!

Bem, basicamente o que o Sr. Luis Barsi fez foi ter de maneira sistemática comprando ao longo de anos ações em empresas conforme seus critérios, que fossem boas pagadoras de dividendos, como se fosse uma contribuição para seu plano de previdência, e com isso ele montou uma carteira pagadora de dividendos (bem gorda), e ao longo de anos teve seus ganhos assegurados pelos bons resultados dessas empresas (por isso ter ações ótimas na carteira), e assim foi acumulando uma fortuna.

Mas eu tenho que ficar esperando a hora certa para comprar essas ações, para comprar na baixa?

Sim e não! Pelo fato de ser uma estratégia de longo prazo, você comprar um pouco todo mês, sendo que em alguns momentos pagará mais barato pela ação e outros mais caro por elas. O que será o diferencial dessa estratégia é o compromisso no longo prazo e selecionar excelentes empresas, e que sejam boas pagadoras de dividendos.

Óbvio que se num determinado momento apareça a oportunidade de comprar muito barato um determinado ativo, pois o mercado caiu de forma sistemática, aproveite para melhorar seu preço médio.

Mas adianto que a estratégia nesse caso num primeiro momento não é vender suas ações, pois você estará montando um patrimônio que irá gerar renda para você.

Só um detalhe! Como os dividendos são provenientes do Lucro das empresas, você não paga Imposto de Renda sobre eles, pois os mesmos já são líquidos de IR conforme a alíquota da empresa escolhida.

Espero que esse artigo possa ajudar ainda mais você a construir seu futuro de forma consciente e lucrativa, pois quanto melhor for a nossa estratégia, mais rápido e melhro chegamos em nossos objetivos.

32 visualizações

Criado por Stardust Agência.