O Longo Prazo Sempre Vence



De uns anos para cá recebemos uma sequência crescente de informações sobre o sucesso. Se você for a uma livraria verá a quantidade gigantesca de livros com fórmulas mágicas para o sucesso desde tomar banho gelado até a acordar 5 horas da manhã.


Curioso como algumas pessoas chegam a aplicar tais fórmulas em sua vida e continuam sem o devido sucesso, e isso não tem nada a ver com a atividade, mas sim que nenhuma fórmula de sucesso ou riqueza pode sobreviver a uma mentalidade fraca.


E essa é a grande chave, mentalidade!


Quando avalio casos de grandes investidores, tanto lendas desse universo como pessoas em meu dia a dia que tem resultados acima da média observo que muitos tem capacidades gigantescas e outros não, mas o curioso é que todos tem uma coisa em comum, são pessoas que tem uma mentalidade consistente de longo prazo, que não se deixam levar por ruídos e oscilações de curto prazo.


E sim, esse é sem dúvida o caminho de uma carteira de sucesso no mundo dos investimentos, boas escolhas aliadas a uma mentalidade de longo prazo.


O oráculo de Omaha, Warren Buffett tido por muitos como o maior investidor de todos os tempos, ressalta que a melhor forma de selecionar uma boa empresa é baseado no tempo, ou seja, se essa ação caísse agora você estaria disposto a mantê-la em sua carteira por 10 anos?


E por que ele fala disso com tanta insistência?


Simples! Ele sabe que o longo prazo vence o curto prazo.


Não é à toa que os maiores investidores de todos os tempos têm cabelos brancos, ou seja, o tempo como investidor é algo importante para trabalhar a paciência de um investimento, pois sucesso e riqueza no curto prazo geralmente é uma ilusão.


Vamos falar sobre 2020, que tivemos a maior crise de nossa história, onde vimos o derretimento do mercado financeiro, o que acabou afetando mentalmente muitos investidores, pois literalmente vivemos algo que não tinha como ser previsto.


Muitos investidores chegaram a ter quedas de 20%, 30%, 50% de seu portfólio, e muitas pessoas ficaram extremamente assustadas ao notarem que suas economias estavam sendo afetadas de forma tão considerável, e isso ocorreu bem num ano que o otimismo tomava conta do mercado.


Nós como empresa de investimentos alertamos que a melhor coisa a ser feita seria não fazer nada, o que geralmente é algo quase impossível de ser feito. Mas alguns investidores que visualizavam o curto prazo acabaram por resgatar seus recursos, mesmo após inúmeros alertas que a bolsa de valores voltaria e o importante era a estratégia de longo prazo.


Bem, hoje dezembro de 2020 vemos que o nosso conselho era o ideal a ser seguido, pois a bolsa conseguiu se recuperar antes do que o esperado e muitos investidores que resgataram seus recursos naquela ocasião acabaram por não se recuperarem ainda, enquanto muitos outros não só se recuperaram como também estão com lucratividade nesse ano tão desafiador.


E o mais curioso dessa história toda, é que muitos daqueles que efetuaram tais resgates agora que a bolsa volta a estar num patamar recorde em nossa país querem retornar a bolsa exigindo excelentes retornos, o que pode ser possível, mas vale ressaltar que não será do dia para noite.


E tocando nesse ponto, se tais investidores não mudarem sua forma de pensar, e a bolsa venha a cair novamente eles manterão a sua estratégia de resgatar seus recursos na queda com o medo do pior, não compreendendo que oscilações fazem parte dessa trajetória, e em cada sequência dessas o patrimônio irá ser dilapidado cada vez mais, até que num determinado momento nem o próprio Warren Buffet conseguirá resolver.


21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo