O Maior Erro ao se Investir em Fundos


Quando decidimos abrir a Rv4 Investimentos com o intuito de auxiliar o brasileiro a investir melhor seu dinheiro foi um marco em nossa vida, pois naquele momento vimos uma forma que ao ajudar nossos clientes a crescerem, iriamos crescer também, e sem dúvida foi mágico ver a nossa missão se concretizar.

Depois criamos o portal Economia Sem Mito, pois víamos que muitas pessoas com dinheiro eram nossos clientes, mas o Brasil ainda tinha uma quantidade imensa de brasileiros que não poderiam investir por não terem uma educação financeira adequada, e assim optamos por contribuir ainda mais criando esse canal gratuito para todos.

Quando perguntam como ganhamos com o ESM sempre respondo que somos movidos a agradecimentos, mesmo que de repente a pessoa opte por não se tornar nosso cliente.

Bem, nesses anos todos começamos a notar alguns comportamentos esquisitos de algumas pessoas a investirem e por isso me motivei a escrever esse texto pois você pode ser uma dessas pessoas que infelizmente opta por investir dessa forma, e se for o caso garanto que vale a pena mudar.

Sendo assim, deixe lhe contar uma história, que irá ser uma excelente forma de você visualizar o caso em mãos que tivemos.

Há 2 anos atrás tivemos um cliente que tinha exatos R$750 mil reais para investir. Ele tinha gostava de alocar seus produtos em renda fixa com uma pitada de moderado, ou seja, ele não gostava de ver nenhuma forma de oscilação do seu dinheiro, e no máximo permitia algo um pouco mais arrojado que não ultrapassasse 15% do patrimônio.

Ele buscava rentabilizar de forma consistente visualizando o longo prazo e nesse momento descobrindo o seu perfil e projetos futuros pudemos desenhar o tripé de liquidez, rentabilidade e risco desse cliente e com isso começamos a desenhar o seu plano de investimentos.

No momento que demonstramos tal plano a ele notamos que ele sempre olhava o histórico dos fundos que havíamos apresentado, e no fim ele começou a dizer que alguns ele não queria e outros sim, que alguns ele queria diminuir o capital e em outros aumentar, e naquele momento ficamos curiosos, pois poderia ser que aquele cliente poderia estar enxergando algo que nem nós e nem nenhum dos especialistas da RV4 estávamos vendo. E então, meu sócio perguntou “Senhor, eu não entendi bem a sua estratégia de realocação, poderia me ajudar a entender para lhe ajudar melhor”.

Então, esse senhor nos respondeu que ele estava analisando o histórico dos fundos e que ele queria colocar o seu dinheiro somente nos que tinham um histórico com grandes rentabilidades e não naqueles que estavam com rentabilidades um pouco menores ou medianas, e então explicamos a eles um fato no mercado financeiro que “Rentabilidades passadas não são rentabilidades futuras” e que o desenho que tínhamos planejado para ele em seus investimentos eram focados na estratégia do fundo para os próximos anos após analisar os mesmos e conversarmos com cada gestor.

Que olhar para o resultado a 4 ou 5 anos atrás poderia ser um erro para ele pois ele estaria alocando seus recursos numa outra realidade e que isso não se encaixaria na realidade dele atual e nem nos planos futuros dele.

Pois bem, no fim de nossa conversa ele não quis seguir nossas recomendações e alocou quase 90% do valor num fundo que havia apresentado uma boa performance no passado e os outros 10% num CDB com liquidez de 5 anos. E na nossa alocação inicial havíamos proposta que esse fundo ao qual ele alocou 90% deveria ser apenas 5% do capital. O que ocorreu depois é que esse fundo caiu de forma gradativa e acabou gerando um efeito muito problemático na carteira desse cliente, e por isso sempre salientamos a todos os clientes que querem evitar erros em sua alocação, que não importa o passado de um fundo, e sim a cabeça do gestor do fundo, pois ele alocará seus ativos conforme a estratégia e as teses que ele está definindo para os próximos anos.

Portanto cuidado com o passado. Ele pode ser analisado, mas nunca deve ser o ponto de decisão no momento de investir seu capital, cuidado.

Quantas pessoas você conhece que investem baseados na performance passada de um fundo?


12 visualizações

Criado por Stardust Agência.