O Problema de Investir se Baseando em Dicas

Atualizado: há 7 dias


Esse é um dos erros mais comuns e mais graves para o investidor, principalmente o ganancioso e o inexperiente.


Quando decidimos investir é comum que estejamos atentos a essas conversas, e parece que quando damos esse passo tais conversas ficam ainda mais frequentes. Sabe aquela história de você comprar um carro que nunca tinha visto na rua, e ao sair da concessionária parece que a cidade toda comprou aquele modelo, pois bem, essa história é a mesma que ocorre com investimentos.


O grande problema disso é que somada a inexperiência, a ganância e a visão de curto prazo queremos ter ganhos rápidos e muitas vezes dicas sem fundamentos dadas por amigos parecem ser uma dádiva e ficamos tentados a aproveitá-las. Porém o que não é dito, é que esse amigo também recebeu essa dica de outra pessoa, quase que como um telefone sem fio que brincávamos na nossa época escolar.


Essas dicas são responsáveis por grandes prejuízos, pois elas são oriundas de opiniões sem análises aprofundadas e isso acaba tornando o que poderia ser um investimento numa especulação, ou seja, um jogo de sorte, ou melhor de azar para muitas pessoas.


Por isso, uma das melhores habilidades que um investidor pode ter é separar opinião de informação, e para isso existem vários canais tais como empresas especializadas, sua assessoria de investimentos e especialistas de mercado.


Claro que esses profissionais podem errar, mas por trás do que dizem existem uma análise quantitativas e qualitativas que justificam tais apontamentos, o que faz com que não seja uma opinião solta sem profundidade, mas sim uma análise.


Vale ressaltar que o investidor a medida do tempo deve estudar e se informar bastante pois com isso ele fará seu filtro pessoal ficar mais afiado conseguindo separar quais as informações que devem ser utilizadas e quais não fazem sentido a ele naquele momento.


Mas para resumir esse item da melhor forma, ressalto que a melhor alternativa é ignorar a fonte quando ela não tiver credibilidade sobre aquele tema, ou avaliar se a pessoa responsável por tais informações vive do que ele informa, ou é apenas um turista sobre o assunto.


Todas as vezes que alguém me diz que acredita que um determinado ativo vai subir, de maneira sutil tento compreender os motivos pelos quais ela afirma essa tendência, e se a pessoa não tiver no mínimo 5 motivos contundentes de sua tese não prossigo ouvindo.


Esses dias mesmo um amigo me falou que acreditava que a VALE3 subiria muito atingindo em 2021 pelo menos R$150,00. Eu realmente acredito que as ações da VALE3 podem se beneficiar bastante nesse momento*, mas existem muitas variáveis e por isso devemos nos aprofundar mais antes de adquirir um ativo.


Abaixo algumas perguntas que fiz a ele:


- Mas por que você acha isso?

Resp.: Porque acredito que vai ter um grande consumo de minério nos próximos meses! Um novo boom das commodities.


- Mas a VALE3 tem alguma concorrência que pode diminuir esse ciclo para ela?

Resp.: Não sei, mas deve ter. Todo mundo tem concorrência.


- Você acha que o dólar caindo beneficiaria ou prejudicaria esse Boom?

Resp.: Não sei! Acho que seria bom, não?


- Quais os países que consumiriam da VALE3? Acredita que tenha algum ruído político que possa atrapalhar essa compra?

Resp.: Cara, não sei! Mas sempre atrapalha né?


- Uma dúvida, para bater esses R$150,00 quanto o minério de ferro deveria valer?

Resp.: Não sei mesmo!


Bem, a conversa foi mais longa que isso e coloquei acima apenas um resumo das perguntas e das respostas para ilustrar bem como muitas vezes uma dica surge de uma pessoa que não tem a menor ideia sobre o que está fazendo ou indicando, e por isso recomendo veemente: cuidado com a sua fonte.



Trecho extraído do ebook: Os 11 maiores erros dos Investidores

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo