Para que Serve e Como Descobrir o Meu Perfil de Investidor?



Quando o assunto é dinheiro, você já parou para pensar se conhece bem o seu estômago e o seu coração? Ou seja, como eles podem reagir aos momentos de crise? Costumo utilizar essa analogia para falar sobre a importância de conhecer o seu perfil de investidor para assim tomar boas e assertivas decisões durante sua jornada no mercado financeiro. Conhecer-te a ti mesmo e saber até que ponto você está preparado emocionalmente para enfrentar o mercado é primordial e uma máxima que deve ser adotada por todos que desejam obter sucesso com investimentos.


É o seu perfil de investidor que vai refletir a sua disposição e preparação para correr riscos, mostrar os melhores caminhos, quais são os produtos que mais se adequam à sua realidade, capacidade financeira e o horizonte de tempo para realização de objetivos.


Já adianto que existem três categorias: o investidor conservador, que prioriza a segurança e prefere aplicar seus recursos em investimentos de longo prazo, além de buscar uma rentabilidade diária; o investidor moderado, que está disposto a correr algum risco para ter uma rentabilidade acima da média e com melhores resultados de médio e longo prazo; e, por fim, o investidor arrojado, ou agressivo, é educada financeiramente e com grande conhecimento de mercado, aquele que suporta correr riscos, desde que o objetivo final seja alcançar alta rentabilidade.


É importante observar também que, ao longo da vida, o perfil passa por transições, ou seja, seu perfil pode oscilar de conservador à arrojado de acordo com suas próprias vivências, experiências e informações adquiridas. O perfil de investidor de uma jovem de 25 anos, por exemplo, solteiro e em início de carreira, com certeza, pode não ser o mesmo daqui a 15 anos, quando provavelmente seus próprios objetivos e aspirações pessoais e profissionais já sofreram mudanças. E lembre-se: independente do seu perfil, nunca deixe de investir em si mesmo e em conhecimento. Dessa forma, suas escolhas financeiras serão sempre inteligentes e o seu dinheiro servirá como ponte para melhorar a sua qualidade de vida e das pessoas que o cercam.


O ideal é contar com ajuda de um assessor ou especialista em investimentos, que pode te ajudar a conhecer melhor o seu perfil. Estude, pesquise, se informe. O autoconhecimento é um exercício que pode ajudar não só os seus ganhos financeiros, como outras áreas da sua vida.


Fique atento: é preciso revisar periodicamente o seu perfil para adequá-lo ao seu momento atual e, dessa forma, obter melhores retornos.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo